Vivo oficializa 4G sem custo adicional no Apple Watch e Galaxy Watch

Quem tem um Apple Watch ou Samsung Galaxy Watch com 4G normalmente precisa contratar um pacote adicional específico para usar o smartwatch com conectividade celular. Não é mais o caso da Vivo: a operadora decidiu não cobrar a mensalidade do Vivo Sync, que tinha preço estabelecido de R$ 19,90 mensais.

Apple Watch Series 6 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Apple Watch Series 6 com LTE pode ser usado gratuitamente na Vivo (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Para atrair mais adesões, a Vivo oferecia os três primeiros meses de graça. De acordo com o MacMagazine as cobranças não aconteciam após o período promocional, e a operadora oficializou a gratuidade do Vivo Sync para relógios inteligentes.

O site da Vivo diz “Aproveite, o Vivo Sync é grátis”. A ativação do serviço pode ser feita em uma loja da operadora ou pelo WhatsApp. Apenas os modelos Apple Watch e Galaxy Watch com conectividade celular são suportados pela tele.

Vivo Sync fica gratuito e leva conectividade para Apple Watch e Galaxy Watch (Imagem: Reprodução/Site Vivo)

Vivo Sync fica gratuito e leva conectividade para Apple Watch e Galaxy Watch (Imagem: Reprodução/Site Vivo)

O Vivo Sync “clona” a linha do celular para o smartwatch, e isso permite que o usuário faça chamadas mantendo o mesmo número ou utilize aplicativos que exigem conexão à internet. Essas mesmas funcionalidades existem nos relógios inteligentes sem 4G, mas o funcionamento depende do celular estar por perto e conectado via Bluetooth.

O serviço está disponível apenas para usuários de planos pós-pago individual e familiar, inclusive para linhas dependentes. Clientes do pré-pago, controle ou Vivo Easy não podem ativar o Vivo Sync. Não é necessário adicionar um chip físico no relógio, uma vez que a conexão é feita através do eSIM.

Claro cobra R$ 30 pela conexão ao smartwatch

Por outro lado, a Claro continua cobrando pelo Claro Sync, serviço idêntico ao Vivo Sync. A mensalidade custa R$ 29,90 de forma “promocional”, enquanto o regulamento estipula o valor máximo de R$ 49,90 por mês.

É possível ter até quatro dispositivos no Claro Sync, mas cada relógio precisa pagar uma mensalidade específica. A contratação só pode ser feita por usuários de plano pós-pago, deixando de lado clientes do controle, pré-pago ou Claro Flex.

Apenas Claro e Vivo oferecem conectividade para smartwatches. Em 2018, a TIM havia prometido um serviço similar mas nada foi lançado até o momento.