Vivo já tem mais clientes usando internet com fibra do que cobre

A Anatel divulgou os dados sobre telecomunicações de outubro de 2020, e a Vivo atingiu um parâmetro relevante: a maior parte dos acessos de banda larga fixa utiliza fibra óptica em vez de cabos de cobre. A operadora tem 6,47 milhões de clientes de internet, dos quais 3,3 milhões são conectados pelo serviço Vivo Fibra, que utiliza tecnologia FTTH.

Vivo Fibra (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Entre setembro e outubro de 2020, a Vivo perdeu clientes de internet fixa: a operadora foi de 6,51 milhões para 6,47 milhões de assinaturas de banda larga. As desconexões se concentram na tecnologia de cabos metálicos (xDSL), com redução de 130 mil acessos. Na fibra, a empresa adicionou cerca de 90 mil domicílios conectados.

No mercado brasileiro de banda larga a Vivo figura no 2° lugar, com 18,5% de todos os acessos registrados na Anatel. A companhia fica atrás da Claro, líder no segmento com 28,2%, mas à frente da Oi, que detém 14,5% das conexões de internet fixa.

Falando especificamente de fibra óptica, a Vivo tem liderança no setor e responde por 21,7% dos modems conectados. A segunda colocada, Oi, tem 14,3% mas segue em alto ritmo de crescimento por conta da estratégia de sobreposição da rede de cobre. No entanto, ambas as empresas perdem para os pequenos provedores de internet: juntos, eles possuem 56% de todos os acessos FTTH no Brasil.

Velocidade média contratada da Vivo é 59,13 Mb/s

O dado mais recente sobre a velocidade contratada é de setembro de 2020, e a Vivo registrou média de 59,13 Mb/s nos seus acessos.

O Tecnoblog separou a quantidade de acessos com base na velocidade contratada:

Velocidade da internet Quantidade de acessos até 4 Mb/s 1 milhão de 5 Mb/s a 10 Mb/s 432 mil de 13 Mb/s a 20 Mb/s 896 mil de 25 Mb/s a 35 Mb/s 660 mil 50 Mb/s 1,5 milhão 100 Mb/s 1,5 milhão 200 Mb/s 61 mil 300 Mb/s 357 mil

No cobre, a Vivo comercializa velocidades de até 50 Mb/s. Na fibra óptica, o plano mais básico começa em 50 Mb/s, indo até 300 Mb/s para usuários residenciais.

Sem SP, Vivo não tem liderança de fibra no Brasil

A Vivo precisa investir muito para continuar relevante no setor de banda larga residencial. A Oi está crescendo a rede de fibra a passos largos e ultrapassou a concorrente com muita folga.

Excluindo o estado de São Paulo, a Vivo tem 1,05 milhões de acessos de fibra, contra 2,19 milhões de assinantes da Oi Fibra (que começou a expansão FTTH há pouco tempo).

Ainda que a situação em São Paulo seja mais confortável, a Vivo também precisa melhorar a cobertura de fibra no estado: são mais de 2,3 milhões de acessos com velocidades inferiores a 20 Mb/s, que podem cancelar o serviço a qualquer momento porque operadoras locais oferecem banda larga com capacidade maior.