Nintendo eShop brasileira aceita gift card pré-pago para Switch

Sem muito alarde, a Nintendo começou a aceitar cartões pré-pagos para adicionar saldo na conta do usuário de um Nintendo Switch. A novidade inaugura uma terceira forma para pagar um game, sendo as outras duas em cartão de crédito ou então boleto bancário emitido pela loja em sua versão web.

Gift card com R$ 100 para eShop (Imagem: divulgação/Nintendo)

Gift card com R$ 100 para eShop (Imagem: divulgação/Nintendo)

Aos poucos, um passo de cada vez, a Nintendo vem voltando para o Brasil. O movimento mais recente feito pela empresa japonesa está na chegada dos cartões pré-pagos com saldo para ser utilizado dentro da eShop. A ideia é basicamente a mesma que já é utilizada por outros serviços, como os cartões para Spotify, Office 365, Netflix, Xbox Live, PSN e Blizzard.

No caso da Nintendo, os cartões encontrados no varejo brasileiro oferecem valores de R$ 100 e R$ 250. Qualquer uma das quantias é adicionada dentro da conta do usuário e pode ser utilizada para comprar um game específico, abater do valor de um jogo que custa mais caro (o restante precisa ser pago com cartão de crédito) ou até assinar o Nintendo Switch Online.

Até o momento da publicação deste artigo, não é possível utilizar o saldo do gift card para compras feitas na eShop aberta em um PC, no navegador. Por outro lado, apenas nesta forma de venda dos jogos é possível pagar o título com boleto bancário.

Nintendo já vendia cartões pré-pagos no Brasil

Até a chegada destes cartões com valores fechados, a Nintendo já comercializava outros gift cards focados apenas para compras específicas. Eles podem ser encontrados para games e com valores fechados (indo até os centavos, como os R$ 250,79 cobrados por Mario Party), ou mesmo para a assinatura do Nintendo Switch Online por um período que pode ser de um, três ou 12 meses.

O jogador então leva o código presente no cartão, também vendido e entregue de forma digital por loja oficial em parceiro comercial na rede B2W, para o resgate dentro do próprio console – onde o download já é iniciado.

Além do gift card pré-pago com um jogo, com valores ou então para assinatura da rede da Nintendo, o jogador brasileiro passou a poder comprar os games diretamente da eShop pela tela do Nintendo Switch em dezembro do ano passado.

Parece confuso e realmente é. Existem dois tipos de loja oficial da Nintendo para vender e distribuir seus games, a eShop. A primeira delas vigorou para os brasileiros até o final de 2020, abrindo apenas uma janela para resgatar um código do jogo – comprado somente por gift card. A segunda é a completa, permitindo o acesso de quase qualquer título sem a necessidade cartão pré-pago com código.

Segundo a Nintendo, a eShop completa está disponível apenas nos Estados Unidos, Canadá, Brasil e México quando são considerados apenas os países das Américas. Já quem tem a conta registrada na Argentina, Chile, Colômbia e Peru só podem acessar o campo para resgatar o jogo comprado com gift card.

Com informações: Switch Brasil.