Hacker invade CD Projekt Red, de Cyberpunk 2077, e ameaça vazar dados

A CD Projekt Red, produtora de Cyberpunk 2077, agora tem mais um problema para lidar: seus servidores foram hackeados. A invasão foi confirmada pela empresa, em seu Twitter oficial, que revelou ainda que não atenderá às demandas do hacker, mas que vai tomar medidas legais sobre o caso.

Cyberpunk 2077 não está de graça na Internet, cuidado (Imagem: CDP/Divulgação)

Hacker invade servidores da CD Projekt Red (Imagem: CDP/Divulgação)

Em sua publicação, a CD Projekt Red postou também o “bloco de notas” que foi deixado pelo hacker. Na mensagem, o invasor afirma que roubou os códigos de Cyberpunk 2077, The Witcher 3, Gwent e de uma versão não-lançada de The Witcher 3.

A informação sobre o roubo de códigos não foi confirmada pela CD Projekt Red, mas a empresa afirmou que, sim, algumas informações foram coletadas de seus servidores e, por decidirem não acatar o pedido do hacker, sabe que estas informações sensíveis podem ser levadas a público.

Medidas legais

A CD Projekt Red não identificou o invasor mas já acionou as autoridades locais competentes para lidar com o caso. A partir de então uma investigação ocorrerá para tentar identificar o invasor, ou invasores, e reestabelecer a segurança.

A empresa diz ainda que está restaurando backups de todos os seus servidores e que a situação está controlada. O invasor deu um prazo de 48 horas para ser atendido, mas, como será ignorado, resta aguardar para saber se algum detalhe confidencial será revelado, ou não.

Com informações: CDPR.