Empresa chinesa de jogos anuncia planos para minerar bitcoin

A The9, uma empresa de jogos de celular com sede em Xangai, anunciou planos para minerar bitcoin e ethereum em parceria com investidores e ex-diretores da Canaan, outra grande companhia que fabrica hardware de mineração. Juntas, elas têm a ambição de comandarem a maior mineradora de criptoativos presente nos EUA.

Mineração de Bitcoin (Imagem: Consulting 24/Flickr)

Mineração de bitcoin (Imagem: Consulting 24/Flickr)

Conforme revela um documento da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), um acordo legal de “cooperação e investimento” foi fechado entre a The9 e uma série de investidores com a finalidade de introduzir a empresa de jogos ao setor de mineração de criptoativos, como o bitcoin.

Jianping Kong, ex-diretor e co-presidente da Canaan, assumiu o cargo de líder do grupo de investimentos vinculado à empresa de jogos mobile. Após o anúncio público da nova iniciativa, o preço das ações da The9 quase dobrou.

O jornalista chinês especializado em criptoeconomia @WuBlockchain publicou em sua conta no Twitter o balanço da valorização das ações.

Affected by the investment in the crypto mining business, The9 price of US stocks soared more than 100% after the opening, but the total market value is still only about 64 million. Canaan, Yibang, BTBT and other mining concepts all rose. pic.twitter.com/n2J0gUyA72

— Wu Blockchain (@WuBlockchain) January 4, 2021

Mesmo com sede em Xangai, a The9 atua principalmente nos EUA. Vale lembrar que a Ásia, e em especial a China, dominam o setor de mineração de criptoativos em comparação ao ocidente, portanto a presença da The9 em terras americanas será impactante.

Potencialmente uma das maiores mineradoras cripto

A mineração de criptoderivados é muito maior na China graças ao preço dos componentes de hardware e à eletricidade barata. Assim, a The9 estima participar de 8% a 10% de toda mineração de bitcoin (BTC) e 10% da mineração de Ether (ETH), uma vez que esteja completamente operacional.

O CEO da empresa de jogos, Jun Zhu, afirmou ao portal especializado Coingape que a meta da The9 é se tornar uma das maiores do mundo no setor de criptomineração. Ela promete “construir máquinas de mineração de criptomoedas que contribuirão de 8% a 10% da taxa global de hash de bitcoin, 10% da taxa global de hash de ethereum e 10% da taxa global de hash de Grin”.

A cooperação entre a The9 e investidores se dará por meio da criação de uma subsidiária chamada de NBTC, liderada pelo próprio Jianping Kong. Com isso, a empresa de jogos mobile espera levantar cerca de US$ 34 milhões através de assinaturas, contratação de serviços e valorização de suas ações no mercado financeiro.

Com informações: SEC,Coindesk, Coingape.