Amazon Luna chega ao Android com streaming de jogos de console

A Amazon liberou o acesso do Luna para dispositivos Android de usuários que estão nos Estados Unidos. A novidade marca o início das operações do serviço no sistema operacional móvel do Google, exigindo Android 9 e o navegador Chrome 86 ou superior para rodar.

Amazon Luna é novo rival do Stadia e xCloud em streaming de jogos (Imagem: divulgação/Amazon)

O Luna é a resposta da Amazon aos jogos em streaming de servidores, como fazem o Google e a Microsoft. Ele é compatível com PC, Mac, dispositivos Fire TV (o Stick Lite vendido no Brasil é um deles), iPhone, iPad, iPod Touch e agora chegou no Android. Em dispositivos móveis o game roda sem qualquer aplicativo específico, basta o browser e pronto.

Ainda fechado para convites e em fase de testes, usuários que estão com um tablet ou smartphone Android precisam apenas acessar o endereço amazon.com/luna (e pagar US$ 5,99 por mês) para jogar. Por outro lado, existem duas limitações que podem tirar alguns jogadores: versão do Android e smartphone utilizado

Neste momento, apenas dispositivos com Android 9 podem jogar. Além disso, eles precisam ser um Pixel 4 XL, 4a, 4a 5G ou Pixel 5, Galaxy S10, S10 Plus, Note 10, Note 10 Plus, S20, S20 Plus ou S20 Ultra. Usuários com OnePlus 7 e 7 Pro, 7T, 7T Pro ou 8 e 8 Pro também estão liberados. Qualquer celular fora desta lista não é aceito, mesmo que topo de linha recente de grandes marcas como Motorola, LG e Xiaomi – até mesmo um Galaxy Z Fold 2 não é compatível.

Nos aparelhos suportados, basta ter o Chrome na versão 86 ou superior, acompanhado de conexão generosa que pode ser até mesmo em Wi-Fi de 2,4 GHz – o ideal é 5 GHz, até mesmo pela latência.

Quais jogos estão no Amazon Luna?

Neste momento o jogador pode encontrar pouco mais de 50 games como Control, Resident Evil 7, Metro Exodus, Overcooked 2, Sonic Mania, Grid, Two Point Hospital, Assassin’s Creed Valhalla, Watch Dogs Legion e The Surge 2. A Amazon promete adicionar mais títulos aos poucos, junto de mais smartphones compatíveis.

Com informações: 9to5Google.